política
  • (13) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Políticos criticam recuo de Marina Silva em programa sobre casamento gay Enquanto Jean Wyllys disse em sua página do Facebook que Marina "não merece a confiança do povo brasileiro", o perfil de Dilma Rousseff classificou a candidata do PSB como "um grande ponto de interrogação na política"

Publicação: 30/08/2014 15:35 Atualização: 30/08/2014 18:30

O deputado federal Jean Wyllys publicou neste sábado (30/8) em sua página do Facebook um texto em que critica a nova redação da campanha da presidenciável Marina Silva com propostas para a comunidade LGBT. Na última sexta-feira, o texto da campanha defendia a aprovação de projetos que assegurassem o casamento civil gay. Além dele, o perfil da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff publicou um texto intitulado "incoerência crônica", que classificou Marina Silva como "um grande ponto de interrogação na política". 
 
Por sua vez, na página de Luciana Genro, candidata à Presidência, uma publicação afirma que "Marina cedeu à bancada da intolerância". O texto também ressaltou que a candidata pelo PSOL apoia "todas as iniciativas legislativas que visam garantir os direitos LGBTs".  
 


 
Leia mais notícias em Política

No Facebook, Jean Wyllys afirma que a candidata à Presidência da República “apoia uma lei segregacionista de ‘união civil’”. “Vocês já imaginaram um candidato presidencial dizendo que é contra o direito dos negros ao casamento civil, mas apoiaria uma ‘lei de união de negros’?”, questiona o deputado no texto. Ainda segundo ele, Marina Silva “brincou com as esperanças de milhões de pessoas”.
 
No perfil da candidata Dilma Rousseff na mesma rede social, o texto considera controversas as propostas de Marina Silva. "Evangélica fervorosa, Marina já teve várias opiniões sobre o tema. Em 2010, era contrária e, em 2013, chegou a defender as ações de Marco Feliciano (PSC-SP), famoso pelas críticas homofóbicas", diz o texto. 
 



Confira o texto de Jean Wyllys na íntegra:

"Em "nota de esclarecimento", Marina Silva desmente seu próprio programa de governo e afirma que não apoia o casamento civil igualitário, mas uma lei segregacionista de "união civil". Vocês já imaginaram um candidato presidencial dizendo que é contra o direito dos negros ao casamento civil, mas apoiaria uma "lei de união de negros"? A nova política da Marina é tão velha que lembra os argumentos dos racistas americanos de meados do século XX. Contudo, o pior é que ela brincou com as esperanças de milhões de pessoas! E isso é cruel, Marina!

Bastaram quatro tuites do pastor Malafaia para que, em apenas 24 horas, a candidata se esquecesse dos compromissos de ontem, anunciados em um ato público transmitido por televisão, e desmentisse seu próprio programa de governo, impresso em cores e divulgado pelas redes. Marina também retirou do programa o compromisso com a aprovação da lei João Nery, a elaboração de materiais didáticos sobre diversidade sexual, a criminalização da homofobia e da transfobia e outras propostas. Só deixou frases bonitas, mas deletou todas as propostas realmente importantes. E ela ainda nem se elegeu! O que esperar então dela se eleita presidenta quando a bancada fundamentalista, a bancada ruralista e outros grupos de pressão começarem a condicionar o apoio a seu governo? Tem políticos que renunciam a seus compromissos de campanha e descumprem suas promessas depois de eleitos. Marina já fez isso mais de um mês antes do primeiro turno. Que medo!

Como todos sabem, minha candidata presidencial é Luciana Genro. Ela SEMPRE defendeu todos os direitos da comunidade LGBT e foi a primeira candidata na história do Brasil que teve a coragem de pautar esses temas no debate presidencial da Band. Contudo, ontem, quando consultado pela imprensa, apesar da minha desconfiança com relação à Marina, elogiei o programa apresentado pelo PSB (apenas no que dizia respeito aos direitos da população LGBT, já que discordo profundamente de muitas outras propostas neoliberais e regressivas nele contidas). Fiz isso porque acho que os posicionamentos corretos devem ser reconhecidos, mesmo que provenham de um/a adversário/a.

É com essa autoridade, de quem agiu de boa fé, que agora digo: Marina, você não merece a confiança do povo brasileiro! Você mentiu a todos nós e brincou com a esperança de milhões de pessoas."
 


 

Esta matéria tem: (13) comentários

Autor: Eduardo Freitas
Uma coisa é ser gay. Outra é querer mudar a vida das pessoas por conta de sua opção sexual. E o que dizer da zoofilia, necrofilia ...? | Denuncie |

Autor: maria eymard
MARINA SE VC GANHAR,PELO AMOR DE DEUS PROTEJA A FAMÍLIA.GAY,SOLDADOS,MÉDICOA TUDO VEM DA FAMÍLIA. NÃO SOMOS HOMOFÓBICOS,SÓ QUEREMOS QUE NÃO MUDE A FORMA DE REGISTRAR O FILHO...E O WILLIS...SINTO POR ELE. TEMOS MILHARES DE GAYS MELHORES. | Denuncie |

Autor: maria eymard
Em toda família há um ou mais gays,na minha tem um monte,e todos eles criam filhos de irmãos e tem um que educou e criou a família inteira e da melhor forma possível,e na certidão de nascimento dele tem o nome do pai e da mãe,COMO DEVE SER.COMO TIRAR DA CERTIDÃO A ORIGEM DA CRIANÇA? FAMÍLIA É BASE. | Denuncie |

Autor: Luiz Nunes
Marina assume posição corajosa ao enfrentar o lobby gay. E tem o apoio daquelas famílias brasileiras que zelam pela moral e bons costumes. Conviver com gays não significa gostar ou apoiar suas pretensões de forma incondicional. Candidatos costumam vender a alma em troca de votos. Valeu, Marina! | Denuncie |

Autor: Maria do Socorro Fernandes
Jean Wyllys é a desonestidade intelectual em pessoa. | Denuncie |

Autor: CLEITON PEREIRA DA SILVA
O povo defende a união familiar da forma cristã. | Denuncie |

Autor: osvaldo silveira
Marina está certa! Ela deve ser "ela mesma", defendendo as suas convicções. Nem jesus agradou a todos. Estamos com vc, Marina. Coloque MORAL neste país! | Denuncie |

Autor: Josias Alves
Será que a "microminoria" barulhenta, intolerante, do samba de uma nota só, que consegue eco na mídia, retomará o debate de um tema tão pequeno, em detrimento aos grandes temas nacionais? É o momento de se preocupar com políticas públicas que contemplem TODOS os brasileiros. DH é diferente de LGBT!! | Denuncie |

Autor: patrick Moraes
Marina você merece a confiança da maioria do povo brasileiro que é sério e tem família. | Denuncie |

Autor: patrick Moraes
Graças a Deus essa Luciana Genro não é nada!! é uma gota num oceano. | Denuncie |

Autor: patrick Moraes
Só lamento por você jean Willys. Gay não casa, pareia. | Denuncie |

Autor: Jorge Magalhães
A Dilma ataca a Marina acerca de uma questão que ainda não é consenso definitivo entre todos os brasileiros, os direitos da comunidade LGBT, o qual deve ser respeitada e tratada com dignidade. A candidata do PT ataca, mas não expõe sua posição de candidata acerca do tema. Oportunismo eleitoral ? | Denuncie |

Autor: ANTONIO LIMA
Jean Wyllys é um candidato sério e compromissado com os direitos civis de minorias. Na Câmara, foi eleito o candidato mais atuante, por dois anos consecutivos. Foi o que mais participou de comissões diversas, desde dos direitos dos quilombolas ao da pedofilia. Tem moral para criticar. Parabéns, Jean. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas