política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Presidenciáveis discutem investimentos do pré-sal e Petrobras Marina foi alvo de questionamentos na abertura do terceiro bloco

Étore Medeiros

Publicação: 01/09/2014 19:10 Atualização: 01/09/2014 20:15


Dilma abriu o terceiro bloco do denate presidencial questionando Marina sobre o "desprezo por uma riqueza tão importante" como o pré-sal. "O que afirmamos é que o pré-sal é uma riqueza necessária para que seus recursos possam ser investidos em educação. O mundo está na corrida na busca de novas formas de energia, nas quais o Brasil tem grande potencial", ressaltou a socialista, criticando os investimentos de Dilma na área. "No seu governo, o maior perigo para o pré-sal é o que foi feito com a Petrobras", provocou.

Dilma ponderou que existem outras riquezas energéticas, mas "o pré-sal está aí e precisa ser explorado". Disse que o Brasil terá, em 2015, a segunda maior planta eólica do mundo. Marina, na tréplica, disse que Dilma tenta esconder os problemas da Petrobras, que "está pagando caro as escolhar erradas que fez". A ex-senadora defendeu que parte do dinheiro do pré-sal seja destinado para investir em ciência e tecnologia.

Luciana Genro (PSol) continuou questionando Marina Silva. "A receita que o governo usa para a inflação está matando o paciente: o Brasil entrou em recessão", afirmou. Depois, disse que os economista de Marina são tucanos. Marina reconheceu os "ganhos históricos" da estabilidade econômica, legado do PSDB. "Queremos recuperar, sim, a política macroeconômica. Não tem nada a ver com ser linha auxiliar deste ou daquele."

Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas