política
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Por propaganda institucional, TSE multa Graça Foster em R$ 212 mil A estatal veiculou propaganda que tratava da modernização de refinarias em período de eleições, o que é proibido

Eduardo Militão

Publicação: 03/09/2014 22:18 Atualização:

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) multou a presidente da Petrobras, Graça Foster, em R$ 212 mil. Na noite desta quarta-feira (3), os ministros consideraram que a estatal veiculou propaganda institucional em período de eleições, o que é proibido.

A publicidade, que tinha sido suspensa em julho por uma liminar do ministro Admar Gonzaga, tratava da modernização de refinarias e da produção de gasolina com menos teor de enxofre. "A gente faz tudo para evoluir sempre”, dizia a publicidade. “Por isso, modernizamos nossas refinarias e hoje estamos fazendo uma gasolina com menos teor de enxofre. Um combustível com padrão internacional que já está nos postos do Brasil inteiro. Para levar o melhor para quem conta com a gente todos os dias: você.”

Mas, para a campanha do candidato Aécio Neves (PSDB), a propaganda beneficiava a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), que não foi multada pelos ministros hoje. A campanha tucana acusou a Petrobras de não fazer publicidade de nenhum produto ou serviço que tenha concorrência no mercado.

Marina registrada

Na noite de hoje, o TSE também aprovou o registro da candidatura do PSB com Marina Silva na cabeça de chapa e Beto Albuquerque na condição de vice. A aprovação foi feita por unanimidade, seguindo voto do relator João Otávio de Noronha.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

PUBLICIDADE

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas