SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Renan e Jader teriam recebido R$ 5,5 milhões em propina

Denúncia, segundo revista 'Época' veio da delação premiada de Felipe Parente, ligado ao ex-presidente da Transpetro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2016 09:32 / atualizado em 22/10/2016 09:43

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
 

A revista Época desta semana chega às bancas com a denúncia de que o presidente do Senado, Renan Calheiros, e o senador Jader Barbalho teriam recebido R$ 5,5 milhões em propina, de acordo com delação de Felipe Parente, executivo ligado ao ex-presidente da Transpetro, Sergio Machado. Era Parente o responsável pelo repasse do dinheiro.

Segundo a delação, os repasses teriam sido feitos entre 2004 e 2006, período investigado no escândalo do Petrolão. O dinheiro dado a Renan e Jader teria como origem as empreiteiras Queiroz Galvão e UTC e a Teekay Norway, empresa do ramo de navegação. Apenas a Queiroz Galvão teria repassado R$ 3,5 milhões em espécie a uma funcionária do gabinete de Jader.

Os senadores, em resposta à Época, negaram conhecer Parente.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Luiz
Luiz - 22 de Outubro às 20:08
O STF deveria mandar prender essa quadrilha alojada no Senado. Mas ficam só olhando. É uma vergonha
 
CONSTANTINO
CONSTANTINO - 22 de Outubro às 18:57
na hora do aperto,ninguém conhece ninguém........ as duas peças nunca viram o Parente.....nem sabem quem é........ e eu também acredito no coelhinho da páscoa, no saci pererê........ papuda nelles !!!!!!!!!!!
 
RAIMUNDO
RAIMUNDO - 22 de Outubro às 14:48
Há muito é sabido por que o Brasil não avança, esses bandidos que se dizem "representantes do povo" e/ou "representes dos Estados" roubam todo dinheiro que poderia ser investido: na educação, na saúde, na segurança, na infraestrutura etc. Para quem não sabia disso agora ficou claro que esses canalhas saqueiam todos recursos para investimento. O Brasil precisa, com urgência acabar com o foro privilegiado, isso é uma absurdo, o nosso STF não condena nenhum desses canalhas.
 
Ricardo
Ricardo - 22 de Outubro às 10:13
só falta prender as raposas corruptas velhas Renan, Lula, Sarney...tudo com o rabo preso no ramo da corrupção e propina...

publicidade