SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Gravações mostram que Garotinho já tinha contato com ministra do TSE

Na sexta-feira, a ministra determinou, em liminar, que Garotinho deixasse o hospital penitenciário

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/11/2016 00:26

Em conversas telefônicas entre o ex-governador Anthony Garotinho e seus advogados, ele orienta seus defensores a procurarem a ministra Luciana Lóssio, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com quem já teria contato. Garotinho afirma que ela "está bem consciente dos fatos todos". 

Na sexta-feira, 18, a ministra determinou, em liminar, que Garotinho deixasse o hospital penitenciário e permitiu que ele buscasse tratamento em hospital particular. O ex-governador poderá, ainda, recuperar-se em casa, em prisão domiciliar, depois que receber alta. 


O juiz da 100ª Vara Eleitoral, de Campos dos Goytacazes, Glaucenir de Oliveira, havia determinado que Garotinho aguardasse a realização de exames no hospital penitenciário. 

As gravações foram obtidas pelo programa Fantástico, da Rede Globo. Na primeira ligação, em 25 de outubro, Garotinho fala com o advogado Jonas Lopes de Carvalho Neto, antes de julgamento de habeas corpus preventivo, e afirma que tem contato com a ministra, mas não seria conveniente que ele próprio procurasse por ela. 

Dois dias depois, o ex-governador conversa com Fernando Fernandes, outro advogado que atua em sua defesa. "Como a gente teve oportunidade de explanar tudo, ela ficou bastante impressionada", afirma Garotinho. "Ela está bem consciente dos fatos todos." Em nota, o TSE afirmou todos os ministros tem "idoneidade moral" e que as decisões da corte refletem "profundo embasamento teórico".

Por Agência Estado

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Antônio
Antônio - 21 de Novembro às 18:14
Uma investigação sobre a conduta da Juíza Luciana Lóssio seria de bom alvitre para tentar clarear essa escusa situação que envolve o Sr. Garontinho e essa Magistrada !
 
José
José - 21 de Novembro às 09:03
Alguém tem que fazer alguma coisa e não ficar tampando o sol com uma peneira.
 
José
José - 21 de Novembro às 09:02
Não se pode mais confiar na "justiça" é VERGONHOSO.
 
José
José - 21 de Novembro às 09:00
Acho que alguém esqueceu do real significativo da palavra "idoneidade Moral". Nesse caso, não existem embasamento teórico, existem embasamento prático.
 
Leonardo
Leonardo - 21 de Novembro às 02:17
Bem teórica essa Juiza ! kk

publicidade