Temer se defende de declarações de executivo da Odebrecht

Presidente diz que delação é mentirosa e que ele jamais colocaria em risco a biografia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/04/2017 16:10 / atualizado em 13/04/2017 16:29

 
 
O Palácio do Planalto divulgou na tarde desta quinta-feira (13/04) um vídeo de pouco mais de um minuto com o presidente Michel Temer se defendendo novamente das delações premiadas de executivos da Odebrecht da Operação Lava-Jato. Ele negou ter negociado valores financeiros para o PMDB para a campanha presidencial de 2010.

Um dos delatores da Odebrecht, Márcio Faria, disse em depoimento da Lava-Jato que Temer participou de uma reunião em 2010 que serviu para "abençoar" o pagamento de US$ 40 milhões em propina ao PMDB referente a um contrato da empresa com a Petrobras. O vídeo com o depoimento foi divulgado ontem após a quebra do sigilo pelo Supremo Tribunal Federal (STF) dos inquéritos envolvendo ex-presidentes, ministros e ex-ministros e parlamentares da base aliada e da oposição.
 

No vídeo, presidente reiterou o conteúdo da nota emitida pelo Planalto, onde ele disse que jamais tratou valores com Faria. Temer inicia o pronunciamento dizendo que “não tem medo dos fatos” e o que lhe causa repulsa é a mentira. “É fato que participei de uma reunião em 2010 com representante de uma das maiores empresas do país. A mentira é que nessa reunião eu teria ouvido referência a valores financeiros da empresa com políticos”, disse.  “Isso jamais aconteceu e nem em outra reunião da vida pública ou jurídica”, afirmou o presidente acrescentando que jamais colocaria a biografia dele em risco.

O presidente partiu para São Paulo, pouco depois da divulgação do vídeo, e o Planalto informou que a agenda é sem compromissos públicos.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
francisco
francisco - 14 de Abril às 17:05
Em Mateus,12: 5, todo reino ÷ não subsistirá. Então, Presidente ilegítimo, o teu reino é semelhante a castelo de areia e logo ruirá. Por que tu contribuísse pra que ele desmoronasse. Biografia? nunca foi o mais votado, não teve peso algum na eleição e reeleição dá Dilma, e fala em biografia. A biografia que ficará marcada na tua carreira é = a Judas Iscariotes, o traidor.