Áudio: Temer sabia que Joesley tinha um procurador 'infiltrado'

A informação está na gravação, feita pelo empresário, em março deste ano, no Palácio do Jaburu

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/05/2017 20:31 / atualizado em 18/05/2017 20:58

 
O presidente Michel Temer (PMDB) sabia que o dono do grupo JBS, Joesley Batista, tinha um procurador da República “infiltrado” que repassava informações das investigações que tramitam na Justiça Federal contra a empresa. A informação está na gravação, feita pelo empresário, em março deste ano, no Palácio do Jaburu. 
 
 
"Consegui um procurador dentro da força-tarefa que está me dando informação e que eu estou para dar conta de trocar o procurador que está atrás de mim", disse o empresário. Temer respondia: "É, uhum...”, em sinal de que ouvia o que Joesley dizia. 

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta quinta-feira (18/5) o procurador Ângelo Goulart Vilella, que atuava nos casos envolvendo o grupo dos irmãos Batista. Ele é acusado de repassar informações sigilosas. Apesar disso, Joesley não cita o nome do procurador no áudio. “Estou fazendo R$ 50 mil por mês, me dá informação”, afirmou. O empresário declarou, ainda, que conseguiu evitar uma operação com a prática. 
 
* Estagiário sob supervisão de Anderson Costolli 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.