Delator da JBS afirma que Alexandre Padilha recebeu R$ 3 mi em propina

Outros candidatos do PT também teriam recebido

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/05/2017 19:40

O diretor de Relações Institucionais e de Governo da JBS, Ricardo Saud, relatou ao Ministério Público Federal que o candidato do PT ao governo de São Paulo em 2014, Alexandre Padilha, recebeu R$ 3 milhões em doações ilícitas de campanha.
 
Leia mais notícias em Política 

O executivo relatou que, somente naquele ano, o Partido dos Trabalhadores recebeu R$ 150 milhões para a campanha, dos quais R$ 30 milhões foram repassados aos Diretórios Estaduais e candidatos ao governo de Estado.

Saud detalhou o valor entregue a mais três candidatos, além de Padilha. Segundo ele, o atual governador de Minas, Fernando Pimentel, também do PT, recebeu pelo menos R$ 30 milhões, Gleisi Hoffmann, senadora (PT/PR) e candidata derrotada ao governo do Paraná, R$ 5 milhões; e Antonio Gomide, de Goiás, R$ 2 milhões.
Tags: pt delação jbs
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.