Pedir suspensão do inquérito é um direito do presidente, diz José Agripino

O presidente do Democratas afirmou ainda que o partido não agendou qualquer reunião para discutir nesta semana a participação no governo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/05/2017 18:02 / atualizado em 20/05/2017 18:13

Minervino Junior/CB/D.A Press

 

O presidente do Democratas, senador José Agripino (DEM-RN), comentou o pronunciamento de Michel Temer, na tarde dessa sábado (20/5), em que o presidente anunciou que vai pedir a suspensão do inquérito que foi aberto contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF). "Não cabe a mim concordar ou não. O presidente está exercendo um direito que lhe assiste. Ele peticiona e o STF acata ou não", afirmou.



Agripino afirmou ainda que, diferentemente de outras bancadas, o Democratas não agendou qualquer reunião para discutir nesta semana a participação no governo. "Não marcamos e não vamos ter reunião. Estamos acompanhando as notícias e, se for necessário, teremos alguma conversa. Por enquanto não é. Todos os dias aparecem fatos novos. Hoje, por exemplo, apareceu essa alegação da defesa do presidente", disse.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.