Líder do PSDB na Câmara diz que prisão de Rocha Loures era esperada

'Até o final da próxima semana vamos avaliar tudo o que aconteceu e vamos definir uma posição', afirmou Ricardo Tripoli

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/06/2017 11:29

O líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli (PSDB-SP), disse que a prisão do ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), amigo do presidente Michel Temer, já era esperada pelo decorrer dos últimos acontecimentos. Segundo ele, o episódio não necessariamente vai acelerar um eventual desembarque do PSDB do governo. 

"Depende. O PSDB está avaliando dia a dia a evolução desses casos. Até o final da próxima semana vamos avaliar tudo o que aconteceu e vamos definir uma posição", declarou ao Broadcast Político. Tripoli afirmou que ainda não conversou com os deputados do PSDB sobre a prisão de Loures.

Na sexta-feira (2/6), o líder tucano defendeu que o partido não pode ficar no "meio-termo". "A opinião pública quer um desfecho", disse o parlamentar. Embora evite manifestar sua posição pessoal sobre a situação do governo, Tripoli reconhece que a bancada está dividida.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.