Rodrigo Rocha Loures é transferido para a Papuda

STF remarcou depoimento do ex-deputado à Polícia Federal para a próxima sexta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2017 16:25 / atualizado em 07/06/2017 16:59

Bruno Santos/Folhapress
 
O ex-deputado Rodrigo Rocha Loures foi transferido na tarde desta quarta-feira (7/6) para o Complexo Penitenciário da Papuda, em São Sebastião, no Distrito Federal. Loures estava detido na Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, desde o último sábado (3/6). O mandado de prisão foi emitido pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).
 
 
A suprema corte adiou o depoimento do ex-deputado, com a finalidade de conceder mais tempo para a defesa avaliar o processo. O ministro Fachin concedeu um prazo de 48 horas para que o acusado seja ouvido pela PF.
 
Rodrigo Rocha Loures é ex-assessor especial do presidente Michel Temer, e foi flagrado pela PF recebendo uma mala com R$ 500 mil, em São Paulo, que, segundo delações de executivos da JBS feitas no âmbito da Operação Lava-Jato, seria dinheiro de propina. Em uma gravação, feita pelo presidente da JBS, Joesley Batista, o presidente Temer indica Rocha Loures para resolver problemas do empresário junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).  

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.