Bancada do PSDB na Câmara discute decisão do partido continuar no governo

Alguns deputados ainda defendem a retirada do apoio ao governo Temer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 13/06/2017 15:14

A bancada do PSDB na Câmara está reunida para debater a decisão tomada ontem (12/6) pela executiva do partido de manter apoio às reformas e permanecer na base de sustenção do governo Temer no Congresso. De acordo com o deputado Ricardo Tripoli (PSDB-SP), a postura foi correta, porque é precisa pensar no "Estado brasileiro", o que não implica que, caso surjam novos fatos ou denúncias, o partido não possa reavaliar a sua posição.

"O PSDB segue sendo um partido democrático, as vesperas de completar 30 anos. Nesse sentido, fizemos uma reunião ontem e a minioria vai acatar a decisão da maioria", declarou o líder.
 

O deputado Daniel Coelho (PSDB-PE), uma das principais vozes na defesa do desembarque do governo Temer, considerou a decisão tomada pela executiva como equivocada, mas negou que esteve em conversas com o PSL para mudar de legenda. Segundo ele, como foi uma votação simbólica, aqueles que defendem a saída do governo continuarão expressando a mesma opinião internamente, mas elogiou o trabalho tanto do presidente do partdo, senadora Tássio Jereissati (CE) quanto do líder, Ricardo Tripoli. "É preciso muita calma e serenidade nesse momento. Embora a decisão não tenha sido a que eu gostaria que tivesse sido tomada, preciso reconhecer a habilidade de ambos para evitar uma divisão de ambos no aprtido", declarou Daniel.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Aloisio
Aloisio - 13 de Junho às 16:32
Se vivo fosse o digno Mario Covas não aceitaria essa falta de pudor, oportunismo, de ficar em cima do muro.