Sérgio Cabral desiste de pedir novo depoimento de Pezão

Em documento entregue nesta segunda-feira (19/6), por seus advogados, Cabral solicita que seja compartilhado o depoimento de Pezão na Operação Calicute, que o levou à prisão em novembro do ano passado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/06/2017 12:17

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral desistiu de pedir um novo depoimento do atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB), em sua defesa. Pezão iria à audiência do processo relativo à Operação Mascate, desdobramento da Calicute, na próxima quarta-feira (21/6).

Em documento entregue nesta segunda-feira (19/6), por seus advogados, Cabral solicita que seja compartilhado o depoimento de Pezão na Operação Calicute, que o levou à prisão em novembro do ano passado. O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, aceitou o pedido.

A operação Mascate foi deflagrada em fevereiro de 2017. O ex-governador, o ex-assessor da Casa Civil do Governo do Rio de Janeiro Ary Filho e Carlos Miranda, apontado como um dos operadores financeiros do esquema, foram denunciados pelo crime de lavagem de dinheiro. Ary Filho também foi denunciado por integrar organização criminosa.

Segundo a denúncia, os três usaram formas distintas para promover a lavagem de ativos em 148 oportunidades. Os crimes foram descobertos a partir de uma delação premiada. Foram apresentadas provas de movimentações de R$ 10 milhões feitas entre 30 de agosto de 2007 e 28 de setembro de 2015.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.