Gilmar Mendes elogia Forças Armadas e critica novamente Ministério Público

O discurso do ministro foi feito hoje na abertura de seminário que discute o sistema carcerário do país no Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Em meio à apresentação do crítico cenário do sistema prisional brasileiro, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral fez novas investidas contra o Ministério Público e elogiou %u200Ba %u200Bpostura das Forças Armadas. "Temos visto falta de inteligência em certos setores de nossas instituições e nenhum tumulto nas Forças Armadas. É como se eles estivessem nos ensinando como nos comportar em respeito às instituições", disse Mendes, em discurso de homenagem ao general Eduardo Villas Bôas, comandante do Exército brasileiro. 


Leia mais notícias em Política

O discurso do ministro foi feito hoje na abertura de seminário que discute o sistema carcerário do país no Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). Em outro momento de sua fala, o ministro criticou a prática de interceptação telefônica de pessoas públicas, feita com autorização do Ministério Público, e cobrou limites às práticas da instituição.%u200B 

Em evento com empresários realizado em Pernambuco ontem, Mendes classificou as investigações contra políticos em curso na Justiça como "abuso". "É preciso que se respeite o Congresso Nacional. É preciso que se respeite a política. Vamos abominar, sim, as más práticas, mas não se faz democracia sem política e sem políticos. E isto precisa ser reconhecido pelas instituições."

A Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (FRENTAS) divulgou hoje nota em que repudia as declarações feitas pelo ministro e "qualquer tentativa de desqualificação do importante trabalho que o Judiciário e o Ministério Público estão realizando."
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.