STF vai resgatar a dignidade da nossa nação, diz Fux durante palestra

Ministro defendeu o papel conciliador do Supremo em questões legislativas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/06/2017 18:11

Em uma palestra sobre o papel moderador do Supremo Tribunal Federal (STF) no atual momento do País, o ministro Luiz Fux afirmou à plateia que o STF vai resgatar a dignidade da nação. "Tenham a absoluta certeza, a mais absoluta certeza, que o Supremo Tribunal Federal vai resgatar a dignidade da nossa nação Nós vamos levar o Brasil ao porto e não deixaremos que ele vá ao naufrágio", disse o ministro. Ao encerrar a fala, Fux declarou que é "hora da travessia" para superar os problemas do País.
 
 
Durante a palestra, Fux defendeu o papel conciliador e interventor da Corte em questões legislativas, quando provocado. "O que não se pode é exigir do STF um papel moderador diante de fatos que atentam contra a dignidade na nossa nação", ponderou. Comentando as investigações contra a corrupção, o ministro afirmou que o trabalho precisa ser levado "com sobriedade para que não se desgaste a imagem do País. "Não podemos permitir que o País seja desmoralizado no plano internacional", disse.

Fux citou a decisão do Supremo que proibiu a doação de empresas para campanhas eleitorais. Segundo ele, essas doações exigiram contrapartidas pós-eleições e geraram o atual "clima deletério de corrupção" pelo qual vive o País.

Um dia após o STF formar maioria para manter a validade das delações premiadas dos empresários da JBS, Fux disse que os acordos de colaboração estão sendo usados para minar o tempo dos processos na esfera criminal e afastar "a ideia da impunidade, tornando a justiça criminal mais efetiva com o conjurar desse flagelo que é a corrupção".

Políticos


Em uma conversa com jornalistas após a palestra, o ministro Fux foi questionado sobre nomes do judiciário que estão sendo sondados para as eleições presidenciais. Respondendo à citação feita por um jornalista dos ex-ministros Joaquim Barbosa e Carlos Ayres Britto, Fux disse que os dois "são homens preparados porque administrar o País é algo centralizador, é ter equipe para administrar".

Fux disse que os dois ex-ministros têm capacidade para formar boas equipes e administrar o País. "Eu acho que todos eles têm capacidade de arregimentação de boas pessoas para boas equipes na área da economia, saúde etc". O magistrado negou que pense em entrar na política.
Tags: Luiz Fux stf
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.