PF encaminhou ao STF relatório final do inquérito contra Temer

Na última sexta-feira, a PF concluiu que o áudio da conversa gravada pelo empresário Joesley Batista com Temer não foi editado ou adulterado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/06/2017 17:59

A Polícia Federal encaminhou na tarde desta segunda-feira, 26, ao Supremo Tribunal Federal (STF) o relatório final do inquérito contra o presidente Michel Temer. O ministro Edson Fachin, relator do caso na Corte, enviou diretamente à Procuradoria-Geral da República (PGR) a documentação. O conteúdo não havia sido divulgado para a imprensa até a publicação desta reportagem.
 

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tem até esta terça-feira (27/6) para apresentar denúncia contra o presidente. Na última sexta-feira, a PF concluiu que o áudio da conversa gravada pelo empresário Joesley Batista, da JBS, com Temer, no dia 7 de março, no Palácio do Jaburu, não foi editado ou adulterado. 

O jornal O Estado de S. Paulo apurou que o laudo sobre a gravação aponta para mais de cem interrupções, mas que nenhuma delas foi causada por agente externo ou realizada posteriormente à gravação. A perícia realizada no Instituto Nacional de Criminalística relaciona as interrupções ao gravador usado pelo empresário do Grupo J&F, do qual faz parte a JBS.



Tags: stf temer
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.