Defesa de senador Edison Lobão diz que inquérito carece de investigação

A PGR apontou indícios da participação do peemedebista em crimes contra o sistema financeiro, lavagem dinheiro e tráfico de influência

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 27/06/2017 21:01

O advogado do senador Edison Lobão (PMDB-MA), Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, afirmou que novo inquérito aberto contra o parlamentar é fruto de falta de investigação. 

"A abertura desse inquérito, sem nenhum indício, sem nenhum fiapo de seriedade nessa afirmação do procurador-geral Janot de que o senador Lobão pode ser sócio oculto dessa empresa, é fruto desse momento punitivo que estamos passando agora", disse.
 
 
Kakay esclarece que um dos advogados eleitorais de Lobão tem relação com a holding Diamond Mountain Group, mas que não houve qualquer investigação para verificar que o senador não está relacionado ao grupo. 

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a abertura de um novo inquérito contra o senador Edison Lobão (PMDB-MA) e a quebra do sigilo bancário do parlamentar depois que a Procuradoria-Geral da República (PGR) apontou indícios da participação do peemedebista em crimes contra o sistema financeiro, lavagem dinheiro e tráfico de influência.

"O ministro Barroso determinou a abertura porque a regra é, quando o Ministério Público pede, é determinada a abertura", afirmou o advogado. Kakay afirmou ainda que não há qualquer preocupação quanto ao inquérito e que a defesa fará o enfrentamento.



Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Aminadab
Aminadab - 28 de Junho às 10:07
Esse tipo de ABERRAÇÃO Jurídica NÃO PODE virar Jurisprudência para os CORRUPTOS, pois, os PRESOS COMUNS devem ter a mesma ISONOMIA que esses Canalhas e Ladrões do Erário tem, afinal, a CF deve ser aplicada para todos.