Após ganhar liberdade, Rocha Loures deixa Superintendência da PF

Loures teve a liberdade garantida nessa sexta-feira (30/6), após decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/07/2017 10:26 / atualizado em 01/07/2017 16:27

Bruno Santos/Folhapress - 19/5/17

 

O ex-deputado e e ex-assessor do presidente Michel Temer Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) deixou o prédio da Superintendência da Polícia Federal (PF), em Brasília, por volta das 10h15 deste sábado (1°/7). Ele estava no banco de trás de uma viatura da PF e outro carro o acompanhava. Loures seguiu para o Instituto Médico Legal (IML) fazer exame de corpo de delito e depois retornou à PF para concluir o processo de liberação. Por volta das 16h, ele foi para casa. 

 

Loures teve a liberdade garantida nessa sexta-feira (30/6), após decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que é relator da Operação Lava-Jato na Corte. O ex-deputado é acusado de receber propina de R$ 500 mil no caso da JBS.

 

Pela decisão de Fachin, Rodrigo Rocha Loures deve passar a usar tornozeleira eletrônica e permanecer em casa à noite (de 20h às 6h), finais de semana e feriados. Ele também não poderá se comunicar com nenhum dos investigados ou deixar o país, além de se apresentar ao juiz e atualizar os dados referentes à residência onde ficará.

 

Segundo o advogado, Loures permanecerá em Brasília. Ele foi preso preventivamente (antes de julgamento) em 3 de junho, a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), em razão das delações de executivos da JBS.No pedido de prisão, o procurador-geral, Rodrigo Janot, apontava a possibilidade de prejuízo às investigações e risco de que o peemedebista viesse a cometer novos crimes.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
alberico
alberico - 01 de Julho às 18:36
Parece que o Fachin resolveu proteger os bandidos, soltou o Rodrigo Rocha Loures comparsa do Temer, com certeza ele e o TM vão continuar a delinquir e tramar contra as investigações.
 
jorge
jorge - 01 de Julho às 18:12
A GRANDE FARSA " UM NOVO BRASIL "Vivemos um clima de Farsa no Brasil", Farsa de todos poderes, STF, Congresso, Governo Temer, principalmente, o pior que os meios de comunicação liderada pela REDE GLOBO, são partes desta farsa, que tudo vai acabar com punição para os corruptos, fará se justiça, haverá regeneração da classe política será um novo Brasil. O pior que uma boa parte da população acredita nisto. Há uma Ùnica solução é a INTERVENÇÃO MILITAR CONSTITUCIONAL, LIMPEZA NO CONGRESSO E REAL PUNIÇÃO PARA OS CORRUPTOS.
 
david
david - 01 de Julho às 13:30
Se fosse um pai de família que tivesse roubado um pacote de biscoito iria morrer na cadeia. Será que a lei e pra todos? Tire suas conclusões. .