"Ela levará tudo com serenidade", diz Gurgel sobre sabatina de Raquel Dodge

Para o ex-procurador-geral, a mudança no Ministério Público Federal muito boa para trazer mais equilíbrio do órgão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/07/2017 10:04 / atualizado em 12/07/2017 10:07

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
Presente à sabatina da colega Raquel Dodge, o ex-procurador-geral da República Roberto Gurgel acredita que, apesar de longo, o debate será muito tranquilo, justamente por acreditarem que ela representa um nome de oposição ao atual procurador-geral, Rodrigo Janot. “Claro que os senadores não perderão a oportunidade de tentar tirar dela qualquer indicação sobre como ela irá conduzir os trabalhos de combate à corrupção, mas ela levará tudo com muita serenidade”, acredita.

Para Gurgel, a mudança no Ministério Público Federal muito boa para trazer mais equilíbrio do órgão. Ele conta que uma das principais características de Raquel é a sobriedade e isso é essencial no trabalho. “Ela é mais serena, mais reservada, sem perder a rigidez. Ela é muito séria e isso será importante no equilíbrio da continuação dos trabalhos”, afirma Gurgel. 

A subprocuradora-geral da República Raquel Dodge será sabatinada, na manhã desta quarta-feira (12), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. O plenário da comissão já está cheio de familiares e colegas que irão apoiá-la. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.