Zveiter diz que decisão do PMDB não o fará mudar de opinião

Partido declarou que punirá deputados que votarem a favor da denúncia contra Temer; relator apresentou parecer sugerindo prosseguimento da denúncia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 12/07/2017 15:00 / atualizado em 12/07/2017 15:28

AFP / EVARISTO SA

 

O relator do processo contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), afirmou que "não será uma decisão da executiva do partido que o fará mudar de opinião em relação aos fatos que relatou".

 

Leia mais notícias em Política 

 

Zveider reforçou que o presidente Temer confirmou ter se encontrado tarde da noite com o empresário Joesley Batista, o que, na visão do parlamentar, é justificativa para que o processo tenha continuidade na Casa. "Eu sou um deputado com um mandato e titular da comissão. Meu voto já foi proferido e espero que seja confirmado em votação na comissão", afirmou.

 

Após reunião da Executiva Nacional do partido, na manhã desta quarta-feira (12/7), os dirigentes do PMDB decidiram por unanimidade fechar a questão sobre punições aos deputados que votarem a favor da denúncia de corrupção passiva apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer. Pelo Twitter, o presidente da legenda, senador Romero Jucá (PMDB-RR), confirmou que "quem não cumprir a decisão será enquadrado pelo Conselho de Ética do partido e sofrerá punições." 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.