'Sabemos que se destina a salvar Lula', diz procurador da Lava Jato

O procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato, criticou a proposta que impede prisão de candidatos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/07/2017 20:15

HEULER ANDREY/AFP

O procurador regional da República Carlos Fernando dos Santos Lima, integrante da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, criticou a proposta que impede, a partir da eleição de 2018, a prisão de candidatos até oito meses antes da eleição.

 

A mudança, já chamada de "emenda Lula", altera o Artigo 236 do Código Eleitoral, que proíbe a prisão 15 dias antes do pleito.

 

 

"'Emenda Lula'. Agora os deputados querem impedir a prisão de um acusado após a decisão condenatória de um tribunal. Sabemos que isso se destina a salvar Lula, pois ninguém realmente acredita que a sentença do Dr. Sérgio Moro será revertida", escreveu o procurador no Facebook.

 

O juiz Sérgio Moro impôs ao ex-presidente Lula condenação de 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso tríplex. A proposta de alteração do Artigo 236 do Código Eleitoral é do deputado Vicente Cândido (PT-SP) e foi incluída em seu relatório na Comissão de Reforma Política.

 

Para Santos Lima, o dispositivo usa a reforma política como "pretexto" para tentar livrar condenados da prisão. "Mas com certeza há muitos outros interessados no próprio Congresso Nacional. Essa é a última invenção dos ilustres deputados. Esta legislatura que se encerra em 2018 será conhecida na história pela atuação bizarra e sem limites quando se trata dos próprios interesses. Temos que impedir que a pretexto da reforma política, estejam tentando livrar condenados da prisão. E depois, em 2018, não reeleger ninguém que tenha participado dessas tentativas", afirmou o procurador da Lava Jato.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Tânia
Tânia - 21 de Julho às 15:34
Brasil hoje está habitado por seres sem alma exemplo disso são os criminosos que estão no Poder os inimigos do POVO são os Políticos corruptos e covardes. Que sejam detidos imediatamente e libertem o POVO.
 
José
José - 16 de Julho às 19:46
Lamentavelmente CAGARAM NO PAU ao não saberem usar a CHANCE QUE RECEBERAM DE LULA ! ! ! - - - - - - - Em breve, VOLTARAM AO OSTRACISMO, à INSIGNIFICÂNCIA de autrora - - - - - PELO MENOS VÃO RECEBER SEM FAZER NADA ! ! !
 
david
david - 16 de Julho às 09:42
Esse procurador está muito preocupado com Lula. Não vejo ele preocupado com Cunha, Renan, Romero jucá, Sarney. O governo está tirando dinheiro da educação, saúde e segurança e está destinando as emendas parlamentares, esse procurador não dá uma opinião sobre isso? Estranho! parece que criaram o lava jato só para prender Lula. No caso do triplex, se a escritura definitiva estiver no nome do Lula o imóvel e dele, se não estiver não é.Quem tem que tirar o Lula das eleições de 2018 é o povo e não o procurador, o Moro, juiz, deixa o povo decidir isso.
 
Aminadab
Aminadab - 16 de Julho às 05:07
Se essa EXCRESCÊNCIA bolchevista for para o plenário da câmara de deputados, para alterar o artigo 236 do Código Eleitoral, "rasgar" a CF nos quesitos IMPESSOALIDADE, MORALIDADE, PROPORCIONALIDADE, "rasgar" o CP e o Código Civil(DANOS AOS ELEITORES)artigos 186 e 927. Aí o Povo Brasileiro terá que PEDIR INTERVENÇÃO MILITAR!
 
Gerson
Gerson - 15 de Julho às 21:57
E isso é chamado de deputado, uma toupeira dessas ainda é o relator da reforma política, imaginem o que vem por ai. Isso é um acinte a população de bem que veste verde e amarelo. Esse sujeitinho é um fanfarrão, um baba ovo do chefão da QUADRILHÃO, como chamou o PGR. Ele acha que vai passar com uma proposta vergonhosa dessa. Só sendo vermelho para acreditar numa idiotice dessas. Ele não tem nenhum censo de RIDÍCULO!!!!!