Reforma política: comissão aprova distritão e financiamento público

Foram necessárias quase duas semanas para concluir a votação na Comissão Especial, que instituiu medidas polêmicas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Aprovada em comissão especial, a PEC 77/2003, que trata da reforma política, está está pronta para ser discutida e votada em plenário da Câmara dos Deputads. Serão necessários 308 votos para aprovação. Na sequência, vai para o Senado Federal, onde precisa do apoio de 41 senadores para entrar em vigor.


Leia mais notícias em Política


Foram necessárias quase duas semanas para concluir a votação na Comissão Especial, que instituiu medidas polêmicas, como o "distritão" e o fundo de campanha avaliado em R$ 3,6 bilhões, bancado pelo governo.
 
Nesta terça-feira (15/8), foram rejeitados os últimos destaques sobre o relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP). Um deles tratava da possibilidade de um único candidato concorrer a dois cargos na mesma eleição. O outro era sobre os suplentes de senador. 

Se o projeto da Reforma Política não for aprovado no Congresso Nacional até a primeira semana de setembro, o texto não poderá ser aplicado nas eleições de 2018.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Aminadab
Aminadab - 15 de Agosto às 18:10
Esses LADRÕES da câmara chama o POVO BRASILEIRO DE TROUXAS, essa ROUBAUTO DE 4BILHÕES DE REAIS por ano para BANCAR OS 171 da política! Como NÃO temos o RECALL NA CF; Vamos pedir o IMPEACHMENT desses Canalhas.