Lava-Jato acha telefone da mulher de Gilmar no celular de Barata Filho

Na noite de quinta-feira (17/8), Gilmar Mendes mandou soltar Jacob Barata Filho, preso pela Operação Ponto Final - que capturou a cúpula dos Transportes do Rio em julho

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/08/2017 21:07

A força-tarefa da Operação Lava-Jato encontrou o número de telefone de Guiomar Mendes, mulher do ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na agenda do celular do empresário Jacob Barata Filho, o "Rei do Ônibus". Na noite de quinta-feira (17/8), Gilmar Mendes mandou soltar Jacob Barata Filho, preso pela Operação Ponto Final - que capturou a cúpula dos Transportes do Rio em julho.
 
 
O empresário nem chegou a sair da prisão, porque o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal, do Rio, expediu novo mandado contra ele. A Procuradoria da República, no Rio, quer a suspeição de Gilmar.

Em ofício enviado, nesta sexta-feira, 18, ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, nove procuradores regionais da República e mais quatro procuradores que atuam perante a 1.ª instância argumentam que o encontro do número de telefone da mulher de Gilmar no celular do Rei do Ônibus reforça a proximidade do ministro com o empresário.

"A proximidade de Jacob Barata Filho com o ministro Gilmar Mendes também é demonstrada pelo fato de o contato da esposa do ministro, Guiomar Mendes, constar na agenda telefônica do aparelho celular do empresário", afirma a força-tarefa.

"A informação consta no aparelho de celular Apple Iphone 7 plus, apreendido na prisão de Jacob Barata Filho, conforme relatório de extração."

O documento tem nove páginas. Segundo o Ministério Público Federal, no Rio, Jacob Barata Filho "possui vínculo societário empresarial com Francisco Feitosa de Albuquerque Lima, irmão da esposa do ministro, Guiomar Feitosa de Albuquerque Lima Mendes, na empresa Auto Viação Metropolitana LTDA". A Procuradoria mandou a Janot um documento da Receita como comprovação.

"Além do vínculo societário, Jacob Barata Filho e Francisco Feitosa de Albuquerque Lima, cunhado do Ministro, possuem íntimo relacionamento pessoal, tratando-se como amigos e compadres em diálogo travado dias antes da prisão do empresário", observou a força-tarefa.

Na mensagem, de 29 de junho de 2017, o "Rei do Ônibus" escreve a Chiquinho Feitosa. "Chiquinho, bom dia! Vc está sumido. Onde anda? Saudade do amigo. Um grande abraço, Jacob."

Às 19h21, Chiquinho responde. "Td bem, meu amigo. Saudade tbm d vc. Estava em Portugal cheguei ontem e vim direto pra Presidente Prudente, afinal de contas lembra q vc foi quem me deu corda? Estava eu aposentado e agora cheio d trabalho kkkk Mas a sua disposição sempre… só vc chamar, hora e lugar. Abraço grande do seu amigo e compadre, Chiquinho Feitosa."

No dia seguinte, às 12h34, Jacob pergunta. "Vc estará em Fortaleza na 2f?"

"Estarei irmão", responde Chiquinho Feitosa.

"Vou lá te dar um abraço", diz o "Rei do Ônibus".

"Será um grande prazer, irmão. Segunda é meu aniversário porém farei um almoço na sexta na boisa. Se tiver como vc equacionar a sua agenda será ótimo, ficarei muito feliz. Sr Humberto e outros amigos lá de Portugal estão vindo na quinta e retornando sábado só para o almoço e sua presença me prestigiaria bastante."

Jacob Barata Filho foi preso no dia 2 de julho. 

Na noite desta sexta-feira, 18, ministro Gilmar Mendes concedeu um novo habeas corpus para soltar Barata Filho e o ex-presidente da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio (Fetranspor), Lélis Teixeira.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Ernesto
Ernesto - 24 de Agosto às 15:06
Gente, número do celular da titular no telefone do Barata, então.
 
Jose
Jose - 24 de Agosto às 12:25
É UM BARATO ESSA "BARATA"!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
 
José
José - 22 de Agosto às 09:48
Muita gente já percebeu que Gilmar estupra a Justiça fazendo papel de advogado dos criminosos. O ministro Joaquim Barbosa, em discussão no plenário durante o julgamento do mensalão, afirmou na cara dele: "Vossa Excelência é a vergonha do Judiciário". Recebeu como respostas risinhos e murmúrios debochados ao microfone. Gilmar precisa ser impedido de continuar no STF e no TSE, pelos próprios ministros do Supremo. Quando será que eles vão perceber que ele é a vergonha do Judiciário do qual fazem parte?
 
Joeudes
Joeudes - 22 de Agosto às 09:21
O Gilmar Mendes sempre defendeu bandidos ricos é claro, já defendeu Silval Barbosa ex-governador do Mato Grosso, Daniel Dantas banqueiro, Aécio Neves.
 
miguel
miguel - 21 de Agosto às 19:57
Esse elemento chamado gilmar mendes tem que ser preso junto com os empresários dos ônibus do RJ, pois ele está afrontando a justiça dando habeas corpus para ladrão. A presidente do supremo também tem culpa, pois deveria barras os desmandos deste corrupto.
 
marcelo
marcelo - 21 de Agosto às 15:19
A esquerda é dureza, nao perde achance de infernizar a vida do gilmar mendes, porque nao pedem a suspeição do fachin que pediu votos para o pt de dilma?
 
Antonio
Antonio - 21 de Agosto às 10:59
Eu queria saber porque os colegas do Supremo não falam nada desse imbecil do Gilmar Mendes, ta muito claro que ele tem rabo preso junto com esses mafiosos do Rio. E a Presidente do supremo tinha que averiguar as denúncias desse elemento. Ou será que outros membros do STF também são enrolados ?