Líder do governo na Câmara diz que prioridade é votar mudança da meta

Segundo Aguinaldo, os destaques da Medida Provisória que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP), nova taxa de juros para empréstimos do BNDES, só serão analisados nesta terça se não "atrapalhar" a votação das metas

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 29/08/2017 13:09

Líder do governo na Câmara, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) afirmou que a prioridade será aprovar nesta terça-feira (29/8), a mudança das metas fiscais para 2017 e 2018. A proposta ainda precisa ser aprovada na Comissão Mista de Orçamento (CMO), para depois ser levada ao plenário para ser analisada em sessão do Congresso.

Segundo Aguinaldo, os destaques da Medida Provisória que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP), nova taxa de juros para empréstimos do BNDES, só serão analisados nesta terça se não "atrapalhar" a votação das metas.

O líder do governo também disse acreditar que não haverá consenso para votar as propostas da reforma política e que o assunto deverá ser discutido "mais para frente".

As declarações de Aguinaldo foram dadas ao chegar para uma reunião na residência oficial da Câmara, da qual participam Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente em exercício do País, o deputado André Fufuca (PP-MA), que está no comando da Casa esta semana, e líderes da base do governo e da oposição para discutir reforma política.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.