Maia diz que acordo de recuperação fiscal do Rio sai na próxima semana

"Eu tenho pedido empenho e tem acontecido assim de todos os técnicos do governo federal", afirmou Maia

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/08/2017 13:41

Marcelo Camargo/Agência Brasil
O presidente da República em exercício, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (31/8) que o acordo de recuperação fiscal do Estado do Rio de Janeiro será concluído na próxima semana. "Estou trabalhando diariamente junto com o governador (Luiz Fernando) Pezão, que me liga todos os dias, e tenho certeza de que todos os obstáculos estão superados e teremos condições de segunda, terça ou quarta assinar esse acordo", afirmou.

Em relação à segurança pública, Maia disse que o Rio não pode esperar mais. "Os problemas burocráticos existem, é importante ter regras, mas é importante que as pessoas que estão com a solução para o nosso caso entendam que a gente não pode esperar, que não tem feriado, não tem final de semana, não tem noite, não tem dia. Eu tenho pedido empenho e tem acontecido assim de todos os técnicos do governo federal", afirmou Maia, durante evento no Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio, em Laranjeiras, na zona sul da capital.

Durante a cerimônia, o ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou investimentos do governo federal de R$ 400 milhões em obras de habitação, contenção de encostas e saneamento no Estado do Rio. Embora tenha exaltado sua preocupação com o Estado do Rio, Rodrigo Maia negou ser candidato a governador em 2018.

"Eu sou deputado federal, acho que em Brasília tenho colaborado muito com o Rio de Janeiro e é assim que eu espero continuar olhando o horizonte: continuar como deputado federal, agora com mais experiência e mais conhecimento. Eu e o governador Pezão estamos próximos e temos nomes que podem disputar o governo do Estado com tanto ou mais competência do que meu nome. Meu nome ajuda mais em Brasília do que aqui, nesse momento", enfatizou.
Tags: rio maia
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.