MPF pede absolvição de Lula no caso envolvendo Cerveró

Ex-presidente e o banqueiro André Esteves foram acusados de obstruir as investigações e tentar impedir que Delcídio do Amaral fechasse delação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/09/2017 17:28 / atualizado em 01/09/2017 17:29

Luis Nova/Esp. CB/D.A Press

 

O procurador Ivan Marx, do Ministério Público Federal (MPF) pediu que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o banqueiro André Esteves sejam absolvidos da acusação de tentar comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. No documento, enviado à Justiça Federal de Brasília, o procurador afirma não ter encontrado indícios de que a dupla tentou obstruir as investigações.



O processo contra Lula e o banqueiro foi aberto com base em informações que foram apresentadas pelo ex-deputado Delcídio do Amaral, em acordo de delação premiada. O procurador afirmou que Delcídio mentiu em seu depoimento, e por conta disso, o jurista também pediu que os benefícios concedidos por conta da colaboração sejam revogados. Ex-líder do governo de Dilma Rousseff no Senado, o petista foi preso em 2015, acusado de oferecer R$ 50 mil por mês para que Cerveró não fechasse acordo para contar o que sabe ao Judiciário.

 

Leia mais notícias em Política

 

Após ouvir testemunhas e analisar provas, o procurador entendei que Delcídio estava agindo em interesse próprio. Ele pagou propina ao ex-executivo da Petrobras para que ele mantivesse o silêncio sobre uma propina de R$ 4 milhões que ele recebeu da construtora UTC para campanha eleitoral. 

 

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.