Temer não aparece em vídeo de 7 de setembro e diz que momento é de aguardar

O vídeo, que tem como base frases do Hino Nacional, traz imagens de trabalhadores e de trilhos sugerindo o crescimento do País

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/09/2017 19:37

O Palácio do Planalto vai divulgar nas redes sociais nesta quinta-feira (7/9) um vídeo de pouco mais de um minuto e vinte em razão da celebração do 7 de setembro. O presidente Michel Temer não aparece na gravação, que destaca logo no seu início que "o crescimento está voltando". A narrativa está sendo exaltada por auxiliares do presidente para tentar afastar a crise jurídica dos trabalhos do governo. 
 
 
O vídeo, que tem como base frases do Hino Nacional, traz imagens de trabalhadores e de trilhos sugerindo o crescimento do País. A mensagem final diz que "celebrar a independência é comemorar a volta da esperança e resgatar a nossa Ordem e Progresso", em referência ao slogan do governo e a frase que consta da bandeira nacional. 

Sem falas


Nos encontros que teve nesta quarta-feira, 6, com auxiliares, no mesmo dia em que retornou da China, Temer avisou que preferia aguardar o desenrolar dos fatos na esfera jurídica e não iria se pronunciar de nenhuma forma a respeito da reviravolta anunciada esta semana pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, que pode levar à anulação da delação de Joesley Batista. 
 
 
 
Segundo um interlocutor do presidente, a avaliação feita é que "não é hora de falar, é hora de observar, é hora apenas da Justiça". Temer pregou aos seus auxiliares "serenidade, maturidade e responsabilidade" e, por isso mesmo, argumentou que não iria se manifestar, diferente do que fez quando as denúncias contra ele vieram à tona.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.