Janot deve pedir a prisão de Miller e Joesley na próxima segunda-feira

Decisão pela reclusão dos envolvidos foi tomada após delatores prestarem depoimento na sede da Procuradoria-Geral da República

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/09/2017 21:46

Dida Sampaio/Estadao Conteudo

 
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve pedir a prisão do ex-procurador Marcelo Miller e dos delatores Joesley Batista e Ricardo Saud, da J&F na próxima segunda-feira (11/9). Uma fonte  ligada a Janot afirmou que a medida foi vista como fundamental para garantir a investigação. A decisão pela reclusão foi tomada após o depoimento dos executivos na quinta-feira, em Brasília.
 

Os dois delatores são acusados de omitir informações durante depoimento de delação premiada, o que resultaria na quebra do contrato de leniência e na revogação dos benefícios concedidos. Graças ao acordo, Joesley e Ricardo não foram para a cadeia. Joesley inclusive obteve autorização para morar em Nova York. "Após a divulgação do novo áudio, a situação deles ficou insustentável. A prisão é para garantir as investigações", destaca a fonte. 

O pedido de prisão e de revogação do acordo de colaboração será enviado ao ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal. O caso está no supremo por conta do envolvimento de autoridades com foro privilegiado. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.