Publicidade

Estado de Minas

Joesley Batista chega em Brasília após se entregar para a Polícia Federal

Empresário teve a prisão decretada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal


postado em 11/09/2017 15:40 / atualizado em 11/09/2017 17:44

(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)


O empresário Joesley Batista, da J&F, chegou na tarde desta segunda-feira (11/9), em Brasília, após se entregar na Polícia Federal. Ele chegou em um jato da PF que pousou no Aeroporto Juscelino Kubitschek por volta das 15h30.
 
 
Acusado de tentar obstruir as investigações da Lava-Jato, Joesley teve a prisão temporária determinada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF). O magistrado entendeu que o fato dele permanecer em liberdade ameaça as investigações.

Após dar entrada na PF, Joesley deve seguir para o Instituto Médico Legal (IML) onde ele realiza um exame de corpo de delito. Antes de embarcar para Brasília, o delator passou a noite preso em São Paulo. 

Inicialmente a prisão é temporária, com duração de cinco dias. Mas pode ser convertida em preventiva, que não tem tempo para terminar.

Condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, Joesley tinha conseguido o perdão judicial. No entanto, uma gravação entregue pela defesa dele revela uma suposta omissão no depoimento prestado ao Ministério Público. Por conta disso, os benefícios que ele havia adquirido em um acordo de delação premiada foram revogados.

A Polícia Federal não informou onde ele será alocado. No entanto, a expectativa é que ele seja transferido para o Complexo Penitenciário da Papuda caso a prisão seja extendida.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade