Rodrigo Janot pede ao STJ que abra inquérito para investigar Pezão

O pedido de investigação formulado pelo procurador-geral da República tem como base delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 11/09/2017 18:47 / atualizado em 11/09/2017 18:51

Minervino Junior/CB/D.A Press

 
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) que abra um inquérito para investigar o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão (PMDB). Caberá agora ao ministro Luis Felipe Salomão decidir se atende ou não ao pedido de Janot.
 
 
Segundo a reportagem apurou, o pedido de investigação formulado pelo procurador-geral da República tem como base delações premiadas de ex-executivos da Odebrecht.

No acordo de delação premiada firmado com a Procuradoria-Geral da República (PGR), o ex-executivo da Odebrecht Benedicto Barbosa Júnior, o BJ, disse que o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) negociou com a empreiteira mais de R$ 20 milhões, via caixa dois, para a campanha de Pezão ao governo do Rio em 2014.


Procurada pela reportagem, a assessoria de Pezão reafirmou que o governador "nunca recebeu recursos ilícitos e jamais teve conta no exterior" e que as "doações de campanha foram feitas de acordo com a Justiça Eleitoral".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.