Temer ignora denúncia de Janot e participa de evento no Rio de Janeiro

Foi a primeira aparição pública do presidente após a segunda denúncia. Moreira Franco, também acusado, acompanhou Temer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 15/09/2017 12:47 / atualizado em 15/09/2017 13:47

Alan Santos/PR
 
A denúncia do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, contra o presidente da República, Michel Temer, não evitou que o peemedebista desse seguimento à agenda política. Na manhã desta sexta-feira (15/9), ele inaugurou o centro de radiocirurgia do Instituto Estadual do Cérebro, no centro do Rio de Janeiro. Foi a primeira aparição pública do chefe do Executivo Federal, que esteve acompanhado do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco -- igualmente denunciado pelo comandante da PGR.

Acompanhado também do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Temer elogiou os esforços do parlamentar e de Moreira em apoiar a liberação de recursos para a unidade hospitalar. O peemedebista, no entanto, não fez menção alguma sobre a denúncia, por organização criminosa e obstrução de Justiça.

O centro inaugurado é avaliado pelo governo federal como uma unidade de excelência. “É uma ponte para melhorar a saúde do Rio de Janeiro e do nosso País. E ainda pode servir de exemplo para outros tantos hospitais. É hospital público e com essa qualificação extraordinária", avaliou Temer.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.