Fabio Ramalho: Cemig vai ao STF para homologar pedido sobre usina

Apesar de toda a movimentação da Cemig para tentar ficar com a hidrelétrica de Miranda, nem a AGU nem o governo sinalizaram, até o momento, que farão qualquer movimento para retirar a usina da disputa ou mesmo adiar o leilão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/09/2017 18:52

O deputado Fabio Ramalho (PMDB-MG) informou nesta terça-feira (26/9), que o presidente da Cemig, Bernardo Alvarenga, voltará ao Supremo Tribunal Federal (STF) ainda na tarde de hoje para entregar a proposta de acordo apresentada à ministra da Advocacia Geral da União (AGU), Grace Mendonça. Segundo o deputado, o objetivo é "homologar" o pedido de retirada da usina de Miranda do leilão marcado para quarta-feira (27/9).


Apesar de toda a movimentação da Cemig para tentar ficar com a hidrelétrica de Miranda, nem a AGU nem o governo sinalizaram, até o momento, que farão qualquer movimento para retirar a usina da disputa ou mesmo adiar o leilão.

 

Leia mais notícias em Política

 

Além da usina de Miranda, o leilão de quarta-feira levará à venda a concessão das usinas de Jaguara, São Simão e Volta Grande. O governo federal espera arrecadar cerca de R$ 11 bilhões com as outorgas das quatro usinas.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.