Decisão sobre punição a Aécio cabe ao Senado, diz Alckmin em Brasília

O governador elogiou ainda o deputado Bonifácio Andrada (PSDB-MG), escolhido como relator da denúncia contra Temer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 02/10/2017 12:59

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse nesta segunda-feira (2/10), que "é decisão do Senado Federal" a revisão das punições impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) ao senador Aécio Neves (PSDB-MG).

"É decisão do presidente do Senado se põe em votação amanhã ou na próxima semana", comentou o tucano após reunir-se com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira. Ele ressaltou que é necessário preservar a autonomia de ação dos Poderes "e isso não virar uma crise de grandes proporções." 

O governador elogiou o deputado Bonifácio Andrada (PSDB-MG), escolhido como relator. "É um deputado extremamente respeitado, professor de Direito Constitucional", afirmou Alckmin. Se o parlamentar vai ou não criar a relatoria, é "questão de foro íntimo", avaliou.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.