Defesa de Temer fala que denúncia contra presidente é 'tentativa de golpe'

Diante da suposição, ao ser questionado se ele considerava que a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, seria favorável a Temer, o advogado se esquivou e não respondeu

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/10/2017 17:11 / atualizado em 04/10/2017 18:42

 EVARISTO SA
 

Ao entregar a defesa do presidente da República à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, na tarde desta quarta-feira (4/10), o advogado de Michel Temer,   Eduardo Carnelós, afirmou que a nova denúncia é uma " tentativa de golpe" contra o mandato do atual chefe do Executivo. Ele sugeriu, ainda, que a nova chefia do Ministério Público Federal não estaria mais disposta a depor Temer, fazendo referência ao ex-procurador Geral da República, Rodrigo Janot. "Trata-se de uma peça absolutamente armada, baseada em provas forjadas, com o objetivo claro e até indisfarçado de depor o presidente da República, constituindo, portanto, uma tentativa de golpe", afirmou em coletiva o advogado, que assina a peça.

 

Leia mais notícias em Política  

 

Ao ser perguntado se acreditava que a atual procuradora-geral da República, Raquel Dodge, seria favorável a Temer, Eduardo não respondeu.

 

Apesar de afirmar que a peça de defesa não foi produzida em conjunto com as defesas dos ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha, o advogado também rebateu a acusação. "Não faria sentido dar autorização para processar o presidente com base em uma denúncia com tantos vícios, inconsistências e falta de suporte probatório", afirmou. "Não há um documento, nenhum, que possa constituir nem que seja um indício da prática de crime em relação ao presidente da República."

 

Mais cedo, as defesas de Eliseu Padilha e Moreira Franco também apresentaram suas defesas à CCJ. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
david
david - 04 de Outubro às 21:37
Essa palavra golpe o presidente conhece bem.
 
Davi
Davi - 04 de Outubro às 19:24
Irônico. "Oh, how the tables have turned!"