Guterres: resposta mundial à destruição de furacões foi insuficiente

A ONU fez um apelo para arrecadar 113,9 milhões de dólares para atender às demandas humanitárias mais urgentes nas ilhas devastadas pelos furacões, e "lamento dizer que a resposta foi fraca"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/10/2017 18:46

A resposta internacional à devastação provocada recentemente por uma série de furacões no Caribe foi insuficiente, declarou nesta quarta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, que neste final de semana visitará três ilhas atingidas.



A ONU fez um apelo para arrecadar 113,9 milhões de dólares para atender às demandas humanitárias mais urgentes nas ilhas devastadas pelos furacões, e "lamento dizer que a resposta foi fraca".

Guterres visitará no sábado Dominica e Antigua e Barbuda, todas arrasadas pelos furacões Irma e Maria.

Em setembro, durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, vários dirigentes das ilhas reclamaram uma maior ajuda das grandes potências, acusadas de maior responsabilidade no aquecimento global.

Pequenas ilhas como Dominica (73 mil habitantes) devem ter mecanismos de financiamento especiais porque não têm os meios para acessar os mercados financeiros tradicionais, destacou Guterres.

 

Leia mais notícias em Política

 

O secretário-geral revelou que trabalha com o Banco Mundial para ajudar na reconstrução das ilhas e prepará-las melhor para os efeitos do aquecimento global.

"Um clima mais quente intensifica ainda mais os furacões, que em vez de se dissipar ganham força durante sua travessia pelo oceano", disse Guterres.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.