PSDB pede que Bonifácio de Andrada se licencie do partido

Decisão do deputado em aceitar relatoria de denúncia contra Temer teria gerado atrito dentro da bancada na Casa

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
A decisão de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) em aceitar a relatoria da denúncia contra Michel Temer na Câmara dos Deputados pode custar caro para o parlamentar: a liderança do partido na casa deu prazo até esta quinta-feira para que o deputado se licencie do partido e possa relatar a queixa-crime.


A bancada defende que tanto a liderança da legenda na Casa quanto a cúpula tucana foram surpreendidas com a incumbência de Bonifácio. Deputados, senadores como Aécio Neves e mesmo o presidente da sigla, Tasso Jereissati, teriam ligado para o congressista durante a quinta-feira, dia 28 de setembro, e tentado fazê-lo desistir da ideia antes do anúncio oficial. Em um primeiro momento, Bonifácio teria recusado o cargo, mas ao ter aceitado, acabou criando uma saia justa para o partido.

A decisão de oferecer o licenciamento do deputado, que aos 87 anos é o decano da Câmara,  teria sido bem aceita pelas alas mais novas e experientes da Casa. Bonifácio, considerado por membros da própria legenda como um habilidoso jurista, mas representante de um modelo político ultrapassado, manteve uma postura irredutível durante o dia: o parlamentar se encontrou nesta quarta-feira com a o presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), para dizer que não entregaria a relatoria.

Membros do PSDB na Câmara entendem que a relatoria a cargo do partido poderia gerar uma situação incômoda, assim como na primeira denúncia contra Temer - onde a relatoria ficou a cargo de Paulo Abi-Ackel, do PSDB mineiro. A chance é de que um novo relatório seja visto como do partido, e não do congressista - o que aprofundaria a divisão dentro da bancada. 

A proposta de licenciamento do deputado não o tiraria da CCJ nem da relatoria - mesmo que, durante o dia, líderes de outras legenda tenham comentado a interlocutores que um nome como o de Bonifácio seria bem-recebido em suas fileiras. A decisão sobre o licenciamento ou não do deputado do PSDB deve ser decidido até o final da manhã desta quinta-feira.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.