Oposição cria "mural" para mostrar como cada deputado votará em denúncia

Proposta seria de identificar votos e mostrar quem deve livrar presidente de investigação

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
Guilherme Mendes/CB/D.A Press


Enquanto o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) lia o relatório contra o avanço da denúncia de Michel Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF), membros da oposição inauguravam, do lado de fora da comissão, um mural para que os deputados marcassem seu voto. A ideia, de exibir os rostos de cada deputado e a maneira como votarão, também pode ser entendida como uma forma de constranger aqueles que defenderão o governo, impopular frente ao eleitorado.

O deputado Glauber Braga (PSOL-RJ), que colou um adesivo com sua imagem no painel onde se pede para "Investigar Temer" afirmou que a ideia não teve um autor específico. "Esta ideia nasceu após uma reunião da oposição aqui na Casa", afirmou. Segundo o deputado, "tudo caminha para o relatório como mais um instrumento de blindagem contra Michel Temer".

No momento da "inauguração" do painel, instalado em frente ao corredor das comissões na Câmara, não haviam figurinhas nos setores destinados a quem fosse ficar "em cima do muro" ou então "livrar Temer". Segundo Glauber, o deputado poderia se colocar onde quisesse, mas que os parlamentares que fossem defender Temer - e que não quisessem participar da instalação - seriam colocados em seus respectivos locais, com base em seus discursos e posicionamentos. Segundo Glauber, líder da bancada do PSOL na Câmara, a figura de Bonifácio seria a primeira a ser colocada no quadro destinado aos aliados do presidente, devido ao teor de seu relatório.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.