Prefeitos de Eunápolis e Porto Seguro se apresentam à Polícia Federal

Robério Batista de Oliveira e Cláudia Oliveira são casados e estavam foragidos desde ontem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 08/11/2017 11:10 / atualizado em 08/11/2017 11:47

Reprodução/Facebook


Os prefeitos de Eunápolis, José Robério Batista de Oliveira (PSD), e de Porto Seguro, Cláudia Oliveira (PSD), se apresentaram à Polícia Federal (PF) na manhã desta quarta-feira (8/11). Segundo a PF, eles serão ouvidos pelas autoridades ainda durante a manhã. Desde a ontem, eles são procurados em uma operação contra fraudes em contratos dos municípios.

A operação, intitulada Fraternos, foi deflagrada ontem pela PF contra José e Cláudia, que são marido e mulher, e o prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos (PSD). De acordo com a PF, as empresas de parentes dos prefeitos investigados eram contratas para fraudar as licitações, simulando uma competição entre elas e se revezavam nas "vitórias". "Em muitos casos, chegavam ao extremo de repassar a totalidade do valor contratado na mesma data do recebimento a outras empresas da família", afirmou a PF em nota. 

Os gestores utilizavam o esquema desde 2009. Segundo as investigações, os contratos somam R$ 200 milhões. As mesmas empresas também eram utilizadas para a lavagem do dinheiro ilicitamente desviado. Em um dos casos, uma delas tinha como sócio um ex-funcionário de outra empresa que atuava no esquema. Ele teria investido R$ 500 mil na integralização do capital. A investigação, no entanto, descobriu que a renda mensal deste funcionário era de cerca de R$ 800 à época. 

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa (Art. 2º, Lei 12.850/13), fraude à licitação (Art. 89 e 98, Lei 8.666/93), corrupção ativa e passiva (Arts. 317 e 333, CP) e lavagem de capitais (Art. 1º, Lei 9.613/98).


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.