Publicidade

Estado de Minas

PF cumpre mandados na casa de ex-governador do Mato Grosso do Sul

Operação Papiro de Lama investiga desvios em licitações públicas envolvendo servidores públicos e empresários


postado em 14/11/2017 09:34

O ex-governador é investigado pela segunda vez(foto: Rachid Waqued/GMS.)
O ex-governador é investigado pela segunda vez (foto: Rachid Waqued/GMS.)


A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (14) a quinta fase da Operação Lama Asfáltica, batizada de Papiro de Lama. A operação tem como alvo um esquema de corrupção criado para desviar dinheiro de obras públicas, superfaturamento do custo de contratos públicos, fraude e direcionamento de licitação, corrupção de servidores e a falsa aquisição de produtos. O ex-governador do Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), é alvo de um mandado. As equipes policiais chegaram na casa do político por volta das 6 horas da manhã e realizaram buscas de documentos e arquivos de informática.

Informações preliminares indicam que na operação desta terça-feira, o filho do político. André Puccinelli Junior foi preso em um prédio próximo da residência do pai, onde está localizada uma empresa da família dele.. Até o momento o pai dele não foi levado para a sede da PF. O processo segue em segredo de Justiça, mas uma fonte contou ao Correio que existe uma decisão que determina a prisão do ex-governador. 

De acordo com uma testemunha, o político estava dormindo na hora que os policiais chegaram. Ele foi retirado da cama com roupas de dormir e respondeu as primeiras perguntas das autoridades.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade