Publicidade

Estado de Minas

TRF decide pela prisão de Jorge Picciani e mais dois

Deputados foram alvo da operação Cadeia Velha, deflagrada pela PF no começo da semana


postado em 16/11/2017 16:11

Os desembargadores decidiram que a prisão deve ser cumprida imediatamente(foto: AFP / Yasuyoshi CHIBA )
Os desembargadores decidiram que a prisão deve ser cumprida imediatamente (foto: AFP / Yasuyoshi CHIBA )


Por unanimidade, os desembargadores do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiram pela prisão do deputado Jorge Picciani, presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), nesta quinta-feira (16/11). A decisão, que terminou com todos os cinco votos a favor da reclusão dos envolvidos, ainda decide pela prisão dos deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB. Os três foram alvos da operação Cadeia Velha, deflagrada pela Polícia Federal na última segunda-feira (13/11).

Leia mais notícias em Política

Os desembargadores decidiram que a prisão deve ser cumprida imediatamente, assim que forem expedidos os mandados. O caso será remitido em seguida para a Alerj, que autoriza ou não a continuidade da reclusão. Os políticos são acusados de integrarem um esquema de corrupção que afetou o setor de transportes carioca. Eles são acusados de aprovarem vantagens para empresas em troca de propina. 

Marcelo Granato, um dos magistrados que avaliou a causa, destacou que os deputados estaduais cometeram a prática reiterada de crimes. "Eles não param. Quem sabe a prisão não possa pará-los. A história vai dizer o que os parlamentares vão fazer com nossa decisão", destacou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade