Alexandre Baldy assumirá o ministério das Cidades

O remanejamento de Baldy faz parte da primeira etapa da reforma ministerial prometida por Michel Temer

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 20/11/2017 17:03 / atualizado em 20/11/2017 17:51

Câmara dos Deputados/Divulgação
 O deputado federal Alexandre Baldy (GO) aceitou o convite do presidente da República, Michel Temer, para chefiar o ministério das Cidades. Ainda nesta segunda-feira (20/11), Baldy também mudou de partido, deixando o Podemos e seguindo para o PP, sigla que é mais alinhada com o governo.
 
 
Alexandre Baldy foi convidado para assumir o cargo de ministro no último domingo (19/11), durante um encontro na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Foi ideia do parlamentar fluminense sugerir o nome do colega goiano para a pasta.
 
O remanejamento de Baldy faz parte da primeira etapa da reforma ministerial prometida por Temer, interessado em aumentar o número de aliados para conseguir mais apoio na Câmara a fim de aprovar a reforma da Previdência. Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, a meta é votar o projeto na primeira semana de dezembro, mas o governo ainda não teria apoio suficiente.
 
 
Para conseguir os votos necessários, Temer está negociando com Rodrigo Maia, que é quem controla a agenda da Câmara, uma votação “em momento oportuno”. Esse seria o objetivo de colocar Baldy como ministro das Cidades.
 
O Podemos enviou nota à imprensa informando que "o ingresso no ministério é incompatível com a posição de independência do Podemos em relação ao Governo Federal e com o projeto político que propõe uma alternativa para o País, com a pré-candidatura de Álvaro Dias à Presidência. Por isso, o partido já trata de sua imediata desfiliação, desejando boa sorte ao parlamentar”. Baldy deve ser anunciado como integrante do PP até o próximo sábado (25/11).
 
O Ministério das Cidades informou que “não há nenhum comunicado oficial do Planalto” e que, por isso, não vai se manifestar.
Alexandre Baldy foi eleito deputado federal e, desde fevereiro de 2015, representa o estado de Goiás. Entre 2011 a 2013, foi secretário de Indústria e Comércio de Goiás, nomeado pelo governador Marconi Perillo.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.