Dodge pede ao STF que Geddel e Lúcio Vieira paguem R$ 51 milhões

Procuradora quer que os valores sejam pagos a título de danos morais coletivos por conta do episódio envolvendo a apreensão de dinheiro em Salvador

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/12/2017 14:28

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, o deputado Lúcio Vieira e a mãe deles, Marluce Vieira, paguem R$ 51 milhões por danos morais coletivos. A solicitação foi feita em uma denúncia enviada a corte. No pedido, também está incluído o empresário Luiz Fernando Machado da Costa Filho.


Eles são acusados de lavagem de dinheiro e associação criminosa por conta do episódio envolvendo a apreensão de R$ 51 milhões em um apartamento ligado a Geddel em Salvador, no mês de setembro. Além disso, a procuradora pediu ainda a perda de todos os bens e valores relacionados aos crimes dos quais eles são acusados. Entre o patrimônio que o Ministério Público quer incorporar a União está os R$ 51 milhões. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.