Pequenos agricultores fazem greve de fome contra a reforma da Previdência

Durante todo o dia, manifestantes receberam o apoio de parlamentares da oposição, principalmente, do PT

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/12/2017 10:59 / atualizado em 06/12/2017 11:08

Natália Lambert/Esp. CB/D.A Press


Diretores do Movimento de Pequenos Agricultores estão acampados na Câmara dos Deputados em greve de fome desde às 13h de terça-feira (5/12) em protesto contra a reforma da Previdência. A ideia é ficar por tempo indeterminado até a segurança da Câmara os tire do corredor.

“A ideia é demonstrar a insatisfação do nosso povo com a reforma da Previdência. Ela não contempla as nossas demandas e significa um retrocesso histórico. Vamos passar fome por um, dos dias para que a nação não passe fome no futuro”, comenta o porta-voz do grupo, Bruno Pilon.

Durante todo o dia, manifestantes receberam o apoio de parlamentares da oposição, principalmente, do PT. “Representantes do Movimento dos  Pequenos Agricultores entraram em greve de fome no Congresso Nacional em protesto contra a reforma da Previdência do governo Temer. Homens e mulheres do campo serão enormemente prejudicados”, destacou o senador Paulo Paim (PT-RS), no Twitter.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.