Fachin determina bloqueio de R$ 13 milhões de empresas ligadas a Geddel

Ministro do STF determinou ainda abertura de inquérito para investigar desvio no salário de funcionários da Câmara

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 06/12/2017 20:35

AFP / EVARISTO SA

 
O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), acatou um pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e determinou o bloqueio de R$ 13 milhões em bens de empresas ligadas ao ex-ministro Geddel Vieira Lima, ao deputado Lúcio Vieira Lima e a mãe deles, Marluce Vieira. A decisão foi tomada na noite desta quarta-feira (6/12). 
 
 
Além de determinar o bloqueio de recursos, o ministro decidiu ainda pela abertura de um novo inquérito para investigar desvios de salários de funcionários da Câmara dos Deputados. A Polícia Federal acredita que parte dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento de Salvador tiveram origem na retirada ilegal de parte das remunerações de secretários parlamentares. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.