TSE confirma inelegibilidade de ex-governador Agnelo Queiroz

O ex-governador foi condenado pela Justiça Eleitoral por ter usado a máquina pública para se favorecer em sua campanha à reeleição

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/12/2017 15:25 / atualizado em 07/12/2017 15:33


Rodrigo Nunes/Esp. CB/D.A Press
 
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve nesta quinta-feira (7/12) a condenação que tornou o ex-governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz (PT) inelegível por oito anos.

A punição já havia sido imposta pelo TSE em fevereiro, mas o ex-governador entrou com um recurso, julgado nesta quinta-feira (7/12). Os ministros da Corte Eleitoral confirmaram, mais uma vez, a condenação por improbidade administrativa pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
Leia as últimas notícias de Política 
 
A
gnelo Queiroz foi condenado pela Justiça Eleitoral por ter usado a máquina pública para se favorecer em sua campanha à reeleição, em 2014, quando saiu derrotado. Ele ainda deve pagar multa. O ex-governador foi absolvido de uma acusação de abuso de poder.

O ex-vice-governador Tadeu Filipelli foi absolvido das acusações, ficando livre para a disputa de cargos eleitorais.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.