BELEZA

Blindagem do bem

Não se exponha ao sol sem antes adotar o protetor mais eficiente para a sua pele

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 18/01/2015 08:00 / atualizado em 16/01/2015 11:40

Gláucia Chaves

É só o verão chegar para os chapéus, os biquínis, as cangas e os óculos de sol saírem do esquecimento e se tornarem o uniforme da estação. O que muitos ainda esquecem é de colocar na mala é o filtro solar. Por vezes, ele é até encarado injustamente como o vilão do bronzeamento. "Apesar de a sociedade já saber sobre a necessidade do uso de protetor, são frequentes no consultório os casos de pacientes com manchas de pele, em sua maioria, causadas pela exposição solar sem proteção adequada", reforça a dermatologista Annia Cordeiro Lourenço.


Para que a proteção seja realmente efetiva, a especialista lembra uma regrinha básica do uso do filtro solar: mais é mais. Aplicar, no mínimo, 15 minutos antes da exposição solar é imperativo. De duas em duas horas, é preciso reaplicar o produto. Se o banho de mar ou de piscina for nesse meio-tempo, não pense duas vezes em usá-lo novamente (mesmo que, na embalagem, esteja escrito que o protetor não sai na água). O fator de proteção solar (FPS) também é importante. É ele que indica o "prazo de validade" da proteção. Um FPS 15, por exemplo, permite que você fique 15 vezes mais tempo no sol sem se queimar. "A partir do FPS 60 — há disponíveis produtos com FPS até 100 —, a escolha deve ser feita com indicação de um especialista, pois geralmente são produtos mais caros e não oferecem benefícios maiores para determinados pacientes", completa a médica.

Antes de escolher o protetor solar ideal, dê preferência a produtos com a proteção contra raios solares UVB e UVA, responsáveis pelo aparecimento de rugas e manchas de pele. "O UVA é também um dos responsáveis pela formação de melanoma (câncer)", alerta Annia Cordeiro Lourenço. Para crianças de 6 meses a 2 anos, o ideal é escolher protetores solares infantis, com FPS mínimo de 50 — sem se esquecer do chapéu e de roupas com proteção solar no tecido. Bebês com menos de 6 meses não podem usar nenhum tipo de protetor solar.

 

 

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.