PHOTO & GRAFIA

Resistência e arte

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 01/03/2015 08:00 / atualizado em 28/02/2015 20:21

Zuleika de Souza

Zuleika de Souza/CB/D.A Press

O Mercado Sul nasceu antes de a capital ficar pronta para abastecer os moradores de Taguatinga. Com as mudanças no comércio nesses quase 60 anos, ele foi abrigando oficinas e ofícios. Virou parte da cena underground de Taguá nas décadas de 1970 e 1980, quando os artistas começaram a chegar. Pioneiros nas vielas, Chico Simões e seus mamulengos, o ecoartista Virgílio Mota e o luthier Seu Dico resistiram à especulação imobiliária.

Hoje, novos moradores defendem uma ocupação criativa e convidam artistas da cidade a embelezar o local e transformar as lojas vazias em ateliês e oficinas artísticas. No momento, estão precisando de material de limpeza e de construção, além de mão de obra, para a revitalização do conjunto. Quase diariamente, eles promovem atividades culturais no espaço. Durante o carnaval, teve muita festa com blocos tradicionais da cidade. No próximo sábado tem a Eco Feira, com muito agito. O Mercado Sul vive!
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.