PHOTO & GRAFIA

O Plano vira arraiá

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/06/2015 08:00 / atualizado em 18/06/2015 19:03

Zuleika de Souza

Zuleika de Souza/CB/D.A Press

Chega o meio do ano e, com ele, as festas juninas. Depois, vêm as julinas. Agora, existem até as agostinas. Falam que é a segunda maior festa depois do carnaval. Para mim, é a maior folia brasileira.

As bandeirinhas que Volpi eternizou estão por toda parte e em todo tipo de arraiá: condomínio, igrejas, clubes, repartição, roça rica, roça pobre...

Em tempos de zap-zap, as listas com as datas e os lugares das festas estão rodando e são mais que bem-vindas. Uma das mais faladas e aguardadas era a do Bloco M da 415 Norte, que foi no dia de Santo Antônio. Faz 13 anos que Cecília Pinheiro começou a fazer a Festa do M, porque não encontrava uma como ela achava que tinha de ser: bem decorada e aconchegante. Cecília e sua família passam o ano pensando e preparando o festejo. Quem perdeu tem mais uma chance, em 12 e 13 de julho, na comercial da 208 Norte. A pedidos, ela organiza arraiá lá também.

Este ano, o famoso Forró de Vitrola do Cacai Nunes foi para o CCBB dentro do projeto Nordeste na Vitrola. O evento inclui bate-papo com lendas vivas do arrastapé e, lógico, um baile perfumado com discotecagem do Cacai. O primeiro encontro já rolou, mas tem mais em 24 de junho, 22 de julho e 29 de julho.

Então, é só preparar a chita e o xadrez.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.