REPORTAGEM DE CAPA

Artistas da cidade apostam em produtos únicos e conquistam brasilienses

De plantas a acessórios, passando ainda por móveis e pôsteres cheios de estilo, os pequenos negócios encantam o consumidor interessado em em peças personalizadas e em uma relação mais direta com os criadores

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/07/2015 08:00 / atualizado em 17/07/2015 16:57

Juliana Contaifer

 Zuleika de Souza/CB/D.A. Press


Brasília é uma cidade que instiga, inspira. E quem vive aqui é exposto todos os dias à arquitetura, às cores, ao cerrado. Cedo ou tarde, essas referências que formam a identidade brasiliense viram um imenso repertório criativo, material de trabalho para brasilienses talentosos.
Esses artistas-empreendedores dedicam-se a um minucioso trabalho, muitas vezes, inteiramente artesanal. São acessórios, objetos de decoração, vasinhos de plantas, pôsteres e o que mais a imaginação permitir.

Fabricados à mão ou em pequenas escalas, a produção brasiliense ganha notoridade em feiras e na internet, que torna possível uma comunicação direta com o consumidor.

Se por um bom tempo o que era feito aqui foi visto com um pouco de preconceito, hoje, o cenário mudou. "Acho que o público tem valorizado muito a produção local, os artistas da cidade. É um comércio que vem crescendo e é muito bonito de se ver", afirma a arquiteta Joanne Viana, da Fabricado. "A nossa geração está começando a aceitar o que é feito na cidade", completa a estudante de design de moda Jéssica Barbosa, da Ouse. É o pessoal na faixa dos 25 a 35 anos que mais inova.

Neste domingo, a Revista apresenta alguns dos produtores que vem se destacando na cidade. Que aproveitam toda a inspiração que Brasília oferece e alinham a vontade de fazer a esse novo movimento de mercado. Vamos de pequenas suculentas a caveiras de laca, de fofíssimos bonecos de feltro a colares de aço. É quase um passeio por uma feira de novidades.


A matéria completa para assinantes está aqui. Para assinar, clique aqui.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.