#PaiAventureiro: "É muito bom poder viajar com a minha filha"

Quem gosta de motos gosta de aventura, e não poderia ser diferente para Paulo Roberto e Ana Beatriz

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 23/07/2015 15:06 / atualizado em 23/07/2015 15:58

Paloma Suertegaray

Ed Alves/CB/D.A Press

Ser pai significa desempenhar uma variada lista de funções ao longo da vida. Primeiro, é necessário assumir o papel de trocador de fraldas, além de treinar a voz para as canções de ninar. Alguns meses depois, também é bom aprender a cozinhar. Com o passar dos anos, a tarefa só fica mais eclética: de motorista para os filhos adolescentes e eventual professor de reforço antes das provas, a conselheiro e aplicador de broncas, sempre que preciso. Entre as mudanças trazidas pelo tempo, no entanto, uma coisa nunca muda: pais são, antes de tudo, parceiros de aventuras.

Leia mais notícias em Cidades

O empresário Paulo Roberto Diniz, 50 anos, e a filha Ana Beatriz Marques, 13, são exemplo disso. Moradores de Águas Lindas, município do Entorno de Goiás, a dupla tem uma paixão em comum: o motociclismo. Apaixonado pela atividade, Paulo Roberto compartilhou com a filha o amor pela estrada e o ronco do motor desde que ela era pequena. Ele é pai de mais duas meninas, também fanáticas nas duas rodas. "Ser motociclista significa cultivar o companheirismo, o respeito e a amizade. São valores que eu quero passar para elas", comenta o empresário, dono de uma Kazinski 250.

Quem gosta de motos, ama de aventura. E não poderia ser diferente para Paulo Roberto e Ana Beatriz. Eles costumam andar juntos, com ela na garupa, e já fizeram viagens longas, acompanhados por outros motociclistas. "Fomos de Águas Lindas para Capelinha, em Minas Gerais, junto com uma galera. Foi muito divertido", conta Ana Beatriz. O pai também guarda as melhores lembranças da data. "É muito bom poder viajar com a minha filha. Outras viagens virão", diz.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.